Nós da Simplesfica acreditamos que a cultura de home office é um grande avanço! Afinal, quanto tempo perdemos nos deslocando para as empresas e quais são os resultados deste modelo tradicional? Será que você já chegou a pensar no ciclo completo da problemática?

Abaixo tentamos descrever o que acontece com as pessoas que enfrentam o trânsito todos os dias para chegar ao trabalho. Estamos levando em consideração a cidade de São Paulo, que tem hoje um dos trânsitos mais caóticos do Brasil.

7h00: acorda
7h30: sai de casa
2 horas no trânsito com buzinadas e grosserias
9h30: chega atrasado e totalmente sem foco
Ate às 10h00: café, chá, bate-papo para conseguir aliviar o stress
19h00: sai do trabalho já estressado por conta das notícias de trânsito lento, buzinadas e grosseria novamente
21h00: chega em casa para jantar, assistir um filme, fazer algum curso…

Isto é, aquilo que não envolve trabalho precisa ser resolvido das 21h00 até meia noite. Hoje quando questionamos as pessoas sobre como andam seus projetos pessoais, a maioria nos responde que isto simplesmente não existe ou que está cada vez mais difícil pensar sobre o assunto. Isto sem falar sobre exercícios físicos, lazer etc.

RESULTADOS DO HOME OFFICE

Mas será que a rotina de home office realmente minimiza esses efeitos causados pelo caos atual?

Um estudo realizado pela Global Evolving Workforce, patrocinado pela Dell e Intel, trouxe resultados surpreendentes!

Entre os profissionais brasileiros que trabalham de casa:

49% sentem menos estresse
45% dirigem menos
33% dormem mais
52% têm mais tempo para a família
54% consideram que são mais produtivos ao realizar o trabalho remoto e o home office

Para ver a pesquisa completa, clique aqui.

Em época de crise, sabemos que este não é apenas um benefício para o funcionário, mas também para as empresas que conseguem economizar consideravelmente em estrutura física.

COMO FICAM AS REUNIÕES NESTE CONTEXTO?

Uma questão que já nos levantaram é sobre como tornar as reuniões mais eficientes em um cenário de home office. Isto é, as pessoas terão menos chances para se reunirem, talvez apenas uma vez por semana, então como podemos tornar este único momento satisfatório para as necessidades da empresa, das áreas, diretores, gestores etc.

Acreditamos que neste cenário, a primeira pergunta que deve ser feita ao pensar em convocar qualquer reunião é: qual a relevância desta reunião?

Analisando o contexto atual da empresa, metas e responsabilidades, esta reunião é realmente necessária ou ela pode virar um papo por skype ou até mesmo um e-mail mais detalhado?

Para ter certeza sobre sua utilidade, um exercício que sempre fazemos é a definição do tema, do propósito e resultados almejados. Se você não conseguir detalhar bem estas etapas, provavelmente a sua reunião não é necessária.

Fizemos um post completo sobre tema X propósito, veja aqui.

Usar ferramentas para a otimização de tempo também ajuda muito. Uma vez que a reunião vai acontecer, é fundamental que o condutor faça uma programação do tempo (início, meio e fim) para poupar horas de reunião. Quando este planejamento é bem feito, é possível aplicar Pomodoros (já falamos sobre a técnica aqui) ou outros recursos que minimizem a falta de foco.

Não podemos nos esquecer de que, neste contexto, as pessoas que devem participar destas reuniões semanais precisam ser selecionadas a dedo. Isto é, não existe mais aquele papo de “tem como você dar um pulinho aqui?!” Veja aqui quais são os critérios para convocar alguém para uma reunião.

HOME OFFICE TRAZ REUNIÕES MAIS EFICIENTES

Com menos tempo para as reuniões, as empresas começam a encarar elas de uma outra maneira:

– Menos tempo dedicado à discussões irrelevantes
– Foco no propósito e resultado almejado
– Participa quem realmente precisa
– Sistema de delegações precisa funcionar (caso contrário não há tempo para uma segunda reunião de alinhamento)
– Quem convoca começa a se preparar ainda mais para este momento
– Questões logísticas são pensadas antes, isto é, não se gasta mais meia hora procurando um adaptador HDMI!
– Os meios de comunicação, como e-mails, passam a ser utilizados para aumentar o tempo de qualidade das pessoas e não o contrário

Felizmente estamos vivenciando um cenário em que até empresas bastante tradicionais já começaram a fazer a opção pelo home office e colhem cada vez mais bons frutos desta escolha.

E na sua empresa, esta já é uma realidade? O que você acha deste modelo?
Deixe sua opinião nos comentários, vamos adorar ter estes insights para planejar os próximos posts sobre este assunto!

 

Written by Flavia