Esta técnica (Pomodoro Technique®) tem se tornado cada vez mais famosa e atualmente é possível encontrar vários tutoriais de como utilizá-la. Imagino que o italiano Francesco Cirillo nunca pensou que um método inspirado pelo timer de cozinha fosse fazer tanto sucesso no mundo todo.

Ele criou esta técnica nos anos 80 e só agora estamos acompanhando a sua divulgação e utilização. Talvez seja porque vivemos em um período de total falta de foco e concentração, não é incomum pararmos uma atividade no meio para checar whatsapp, e-mail, sites etc. Além das interrupções dos colegas de trabalho e familiares.

QUANDO COMEÇAMOS A USAR

Na Simplesfica não era diferente. No início, quando estávamos debatendo as inerências do negócio, os serviços, estrutura de comunicação e outras decisões importantes para “fazer nascer” a empresa, era comum termos dificuldade em concentração. Durante uma das atividades a gente lembrava de um livro e logo começava a ler os capítulos, ou tocava o telefone e parávamos por meia hora para resolver outra pendência… Entre outras distrações gerais que matavam a produtividade do nosso dia.

Foi quando o Mateus trouxe a técnica e começamos a aplicá-la em nosso dia-a-dia. No começo não foi tão rápida a adaptação, em alguns momentos queríamos voltar para a nossa zona de conforto, mas depois de alguns meses utilizando podemos afirmar que ela mudou completamente a nossa rotina!

COMO UTILIZAR

A técnica é bem simples. Consiste em trabalhar com foco (sem olhar celular, e-mail, conversar com colegas etc.) durante 25 minutos e depois fazer uma pausa de 5 minutos sem focar em nada complexo – é o momento de tomar um água, escolher a próxima playlist, tomar um cafézinho… Coisas simples que não exijam energia do nosso cérebro.

03_pomodoro_01

PRECISO TER UM TIMER?

Você não precisa ter um timer físico – como o tomate – mas é importante ter um marcador de tempo para conseguir se regrar.

Na Simplesfica usamos dois aplicativos que fazem as vezes do tomate:

Clear Focus
Pomodoro Timer

DICAS SIMPLESFICA

Como qualquer técnica, não precisamos seguir 100% a risca o que diz o “manual”. O importante é você perceber como ela se adapta à sua rotina. Usamos da seguinte maneira:

– Em alguns momentos não paramos ao término dos 25 minutos e seguimos direto para o próximo Pomodoro, principalmente quando estamos no meio de uma discussão criativa. Acreditamos que a pausa é extremamente relevante quando o serviço é mais “burocrático” ou que não traz tanto prazer para quem está executando.

– Em nosso Método Kairos tentamos sempre estabelecer o máximo de 4 Pomodoros por reunião. Com isto respeitamos o tempo dos nossos interlocutores e também o nosso, não entrando em detalhes desnecessários que fogem ao propósito do encontro.

– Usamos esta técnica junto com outras metodologias de gestão do tempo. Uma complementa a outra e vamos ajustando de acordo com as nossas necessidades e rotina.

– Avisamos as pessoas do nosso convívio que estamos usando a Técnica Pomodoro. É importante informar sobre isto, pois todos começam a se adaptar a sua nova rotina de trabalho e respeitam muito mais o seu tempo. Hoje já é comum ouvirmos “vocês estão no Pomodoro né? Depois eu volto…”. Isto também ajuda a evitar as inúmeras interrupções desnecessárias.

E VOCÊ?

Como usa a Técnica Pomodoro?
Tem alguma dica adicional?

Para finalizar, queremos compartilhar uma História em Quadrinhos sobre a Técnica Pomodoro que nos encantou! Para acessar basta clicar aqui!

Written by Flavia