55-DESABAFO-AS-PESSOAS-NÃO-RESPEITAM-O-SEU-TEMPO
July 12, 2016 Blog, Tempo No Comments

Quantas vezes te pediram 5 minutinhos e isso virou uma hora? Ou então, quantas reuniões que marcam com você e que atrasam os famosos “15 minutos”? Essa cultura está tão intrínseca que as pessoas deixaram de pedir desculpas quando isso acontece e justificam com aquela frase bem conhecida: “todo mundo faz”.

Eu não diria todo mundo, mas infelizmente muitas pessoas deixaram de ter consciência sobre o tempo do outro. Não percebem que interromper alguém que está no flow pode gerar duas horas a mais de produção, que o horário do almoço é para sentirmos o gosto dos alimentos, respirarmos e termos um tempo para o descanso, não para ouvirmos o feedback do último projeto realizado.

Me lembro que certa vez o cliente me perguntou o que eu ia fazer no almoço e, para sua surpresa (!), minha resposta foi “vou almoçar”. Seria óbvio se as pessoas não tivessem se esquecido que, além de compromissos profissionais, a vida continua rodando do lado de fora do escritório. 

Sou contra radicalismos, sou bem flexível e claro que em alguns momentos eu também me atraso e extrapolo em vários aspectos, mas a falta de consciência sobre isso que me preocupa (estou usando a palavra consciência duas vezes no texto como uma redundância que incomode e provoque uma transformação). Não é incomum começarmos uma reunião e as pessoas falarem “quero ver se você vai conseguir organizar essa turma aqui”, como se estivéssemos no ringue vendo quem será o grande vencedor: o respeito ao tempo das pessoas X a falta de respeito generalizada. Qual é a lógica disto?

O MUNDO NÃO GIRA NO NOSSO UMBIGO

Costumamos  julgar pessoas individualistas e que “só olham para o próprio umbigo” (quantas vezes repetimos isso em nosso cotidiano) e deixamos de perceber que muitas vezes nós estamos sendo esse mesmo tipo de pessoa que repugnamos. 

Nossa urgência em responder o e-mail de um cliente pode esperar a consulta médica de nosso parceiro. Nossa necessidade de informação para algum projeto pode esperar o café da manhã da pessoa que tem esses dados. A reunião que não tinha sido planejada pode não acontecer se uma das pessoas já estiver com o seu dia todo alocado e isto irá prejudicá-la ao fim do dia.

Novamente, enquanto não tivermos consciência sobre o quanto nossas pequenas ações impactam a vida de outras pessoas, continuaremos com a impressão de que errado é quem reclama, errado é quem questiona esse padrão cultural e que… O mundo gira em nosso umbigo! 

download_kairos_banner01

 

img_MAIL_Kairos

 

 

Written by Flavia