38-desconfiança-matando-produtividade
October 8, 2015 Blog, Produtividade 1 Comment

Muitas empresas de serviços ainda têm um sistema hierárquico vertical, isto é, um gestor que está conectado à estratégia da empresa e coordena uma equipe especializada em uma determinada função. E-mails, relatórios, números e outros processos demonstram se um determinado funcionário fez ou não o seu trabalho. Podemos também chamar este modelo de comando e controle.

CENTRALIZAR, CENTRALIZAR, CENTRALIZAR

Nesta onda do “comando e controle” são inúmeros os gestores que centralizam as decisões e acreditam que quase todas são estratégicas, sentindo a necessidade de se fazerem presentes em praticamente todas as ações de seus funcionários.

Já participei de muitas reuniões em que os gestores estavam presentes para… Nada! Além do tempo desperdiçado que poderia ter sido investido em ações realmente úteis, eles inibem a equipe que não desenvolve a ideia com a mesma naturalidade e sentem-se desvalorizadas pela falta de autonomia. Claro que não podemos generalizar, mas, infelizmente, isto é recorrente na rotina corporativa.

EFEITO DOMINÓ

Acontece que a falta de autonomia acaba virando um grande efeito dominó dentro e fora da empresa. Se o funcionário não tem liberdade, ele externará isto ao cliente, afinal, propor soluções criativas e ter uma postura consultiva será sempre um desafio maior.

Além disto, a cada problema um gestor terá que ser envolvido e a tomada de decisão torna-se extremamente lenta. Em pleno século 21, não há cliente que tolere a demora de uma semana para a solução de um problema simples.

VOCÊ NÃO ESTÁ CONTRATANDO CERTO OU NÃO TEM CONFIANÇA

A chave para a mudança é a confiança. Muito se fala sobre o sistema rápido das start ups, que conseguem reverter problemas com agilidade e tomar decisões sem grandes enrolações.

Não só start ups pequenas e recentes levam este triunfo, um exemplo clássico de gestão descentralizada que deu certo é da Spotify, hoje um dos maiores serviços de transmissão de músicas do mundo e que conta com mais de 1.200 funcionários.

Por lá os projetos são realizados por equipes autônomas, que são responsáveis por tomar decisões estratégicas e definir os seus próprios processos internos. O resultado é o crescimento rápido da empresa, que dobra de tamanho a cada ano.

SE INSPIRE!

É desafiador sair do sistema centralizador que fomos acostumados desde a infância (os professores na escola são um ótimo exemplo) e partir para uma gestão baseada na descentralização, autonomia e confiança.

Para te inspirar a pensar e fazer diferente, deixamos abaixo o vídeo que mostra um raio X completo da Spotify – é uma verdadeira aula sobre como estruturar uma empresa que inspira as pessoas externamente e internamente!

 
download_kairos_banner01
 

Written by Flavia